Filmes

Fullmetal Alchemist | Netflix divulga pôster de lançamento do filme

Longa baseado no mangá chega ao Brasil em 19 de fevereiro
-

A Netflix vai distribuir o live-action de Fullmetal Alchemist no Brasil e em outras partes do mundo e lançou um pôster para divulgar o lançamento. O filme chega ao serviço de streaming em 19 de fevereiro.

 -

O enredo de Fullmetal Alchemist se passa no início do século XX em uma realidade onde a alquimia (antiga ciência esotérica que buscava a transmutação da matéria) é extremamente desenvolvida e respeitada. A trama apresenta os irmãos Edward Alphonse Elric, que após tentarem a proibida técnica de transmutação humana sofrem um acidente. Alphonse morre e Edward perde a perna esquerda. Ele então sacrifica seu braço direito para manter a alma do irmão presa a uma armadura metálica. Usando próteses mecânicas que rendem o apelido de Alquimista de Aço, Edward passa a procurar a lendária Pedra Filosofal que lhe recuperará os membros e devolverá o corpo a Alphonse. O filme estreou no Japão em dezembro de 2017 e foi um sucesso de bilheteria - leia mais.

O mangá foi publicado no Brasil pela JBC e o anime foi transmitido na TV aberta pela RedeTV.

Leia mais sobre Fullmetal Alchemist

True da true .

De fato

Pois é, Bebop. Isso tanto no Japão como em outros países (tipo os EUA).

E realmente, concordo com você: muitos países do Extremo Oriente têm se destacado na produção de filmes. Mas os filmes sul-coreanos estão com uma qualidade altíssima, nos últimos anos, muitas vezes superior à dos vizinhos.

Justamente isso que você falou Bepop: em relação às adaptações de Death Note, por exemplo, a americana pode até ser bacana, se a considerarmos como um filme independente. Porém, querendo ou não, ela é uma adaptação de outra obra (um mangá), e ficou bem descaracterizada. Já em relação à japonesa, embora caricata e com algumas diferenças em relação á obra original, é mais fiel ao mangá. No mais, nenhuma das duas estão no mesmo patamar do anime ou mesmo do próprio mangá. E o mesmo é válido, muitas vezes, para as adaptações de outros mangás/animes.

Justamente. Se um filme não for bem no mercado interno, que dirá no externo (embora isso tenha mudado nos últimos anos). Querendo ou não, é necessário agradar à casa primeiro, para assim você saber se algo vai ou não ter CHANCES de sucesso lá fora (já que é necessário analisar as questões de diferença cultural, também). No mais, creio que o que falta ao cinema japonês é um maior investimento em efeitos especiais, que os deixem à níveis hollywoodianos. Com isso, eles teriam maiores chances de lucro no exterior.

Sem duvida os EUA pensam que os filmes tem q explodir internamente. Com certeza se as produtoras asiaticas visarem o sucesso interno(como de costume) eles optaram por seguir com suas formulas. Caracteristicas ocidentais são consideravelmente exodicas para eles ,até certo ponto é ate ideal para agregar um pouco.

Vi o trailer e, sinceramente? Não me animei. Lives de animes costumam ser péssimos, os atores japoneses costumam ser muito canastrões. O que me anima é ver o Alphonse e os homúnculos, talvez algumas das convocações alquímicas - e só!

Eu entendo sua opinião, quando reclamei da atuação foi especialmente no caso dos filmes de anime, eles costumam imitar os trejeitos dos personagens nos animes, ou exagerar nas emoções, fazer caras e bocas tocas, e por aí vai. O cúmulo disso é o live - action de Erased, por mais fiel que fosse não consegui ver, eles replicando o "corta - corta" foi muito embaraçoso. E eu discordo que a adaptação japonesa de DN é melhor, os caras não apenas conseguiram ser muito infiéis também, como trouxeram: - Trama sem sentido em vários momentos - Figurino horroroso - Atuações dignas dos filmes da Asylum, péssimas demais - CGI ridiculamente ruim, e olha que nem costumo ligar tanto assim E é bem infiel ainda, vide a morte do Kira, L vivendo, e aquele filme com outros protagonistas péssimo. O Americano para mim funcionou bem como filme, se tivesse outro nome seria recebido de maneira bem melhor por não se atrelar ao anime/mangá, mas ainda assim, ambas as produções são bem inferiores. Eu não sei como o Japão perde tanto para o cinema de alguns vizinhos seus, eu ADORO a maneira que eles contam estórias, mesmo, mas quando é em um filme... A Coréia do Sul tem uma qualidade altíssima, tanto em atuações como em produções, tem alguns ótimos filmes japoneses sim (inclusive aceito recomendações), mas no geral acho que eles estão bem atrás, porém boto muita fé no filme de Ajin, me parece uma combinação de fidelidade com qualidade. Vou ver o filme do Fullmetal tbm, até porque é meus segundo anime favorito, mas sem expectativas.

Respeito sua opinião, Leo Freire, porém, veja: os filmes hollywoodianos, por mais que cada vez mais dependam do mercado estrangeiro, ainda são feitos, basicamente, pensando no público americano. O "termômetro" deles é lá! O que vier de fora, após isso, é lucro. Sobre essa questão de representatividade, veja: os EUA são um país heterogêneo, e isso historicamente! Nativo-americanos e, posteriormente, brancos europeus e afro-descendentes e, com a imigração ao longo dos séculos, a presença de outras etnias e raças, como asiáticos. No caso do Japão é diferente, uma vez que é um país extremamente homogêneo, tanto racialmente quanto etnicamente. E da mesma forma que, para nós, eles pareçam todos iguais, para eles, a mesma coisa. As únicas coisas que nos diferem deles são nossas cores: nesse caso, os tons, de pele, cabelo e olhos. Se não fosse isso, nós também teríamos todos "o mesmo rosto" (pelo menos, na visão deles).

Cara, mas as adaptações de animes, em si, até os dias atuais, são muito fracas em relação ao material original, na maioria das vezes. Raríssimas são as exceções, vide "Samurai X". Então, entre ficar com uma adaptação americana e uma japonesa, eu prefiro a japonesa (na maioria dos casos). Claro, há animes em que os personagens claramente são (ou aparentam ser) ocidentais, como "Shingeki no Kyojin", mas isso seria um caso de escalar um elenco ocidental, deixando a produção do filme nas mãos dos japoneses. Quer um exemplo do que eu digo? Existem duas adaptações de "Death Note", uma japonesa e uma hollywoodiana. Qual das duas é a melhor (ou, nesse caso, a menos fraca)? A japonesa com certeza! E discordo que os japoneses têm uma atuação fraca, vide os filmes do Kurosawa.

O problema é que nem nisso eles acertam, pô eu sou um cara com nickname e pic de anime (Cowboy Bebop), e preferi muito mais o live - action americano de Death Note do que o live - action japonês de DN. O japonês é quase tão infiel, mas tem visuais muito toscos, uma trama que não funciona. O da Netflix, mesmo sendo muito infiel, consegue funcionar como produção separada, e tem uma direção ótima e plot que funciona. Único live - action de anime feito pelos japoneses realmente bom foi o de Rurouni Kenshin. Fiel e de qualidade ao mesmo tempo. O Ajin parece muito bom, mas ainda não vi.

Não está superestimando não, pelo contrário, concordo totalmente. É um anime/mangá magnífico, e falo isso sendo fã de Harry Potter.

Cara, não sei se eu to superestimando Fullmetal, mas esse mangá/anime tem calibre pra virar uma franquia nível Harry Potter . Não sei como é tão dificil alguém ver isso. Talvez por ser anime haja algum receio pela dificuldade, não sei. E não me fala de Cowboy Bebop em live action que eu fico até triste. Até hoje tenho esperanças de o filme com o Keanu Reeves sair

Curti bastante esse elenco! O ponto é que a Warner é incompetente até nisso, como éa WB Japonesa que faz a maior parte desses live - actions eu acredito que eles tenham os direitos. Deviam tomar vergonha na cara e apostar em um filme live - action ocidental bem feito, até porque a trama não é difícil dw adaptar. E possui todas as características de uma saga sucesso: Protagonista jovem, bons vilões, coadjuvantes extremamente carismáticos, ótimos plot twists. Tem uma lista de animes que poderiam ser adaptados facilmente: Cowboy Bebop (trilogia, adapta algumas coisas do filme e usa como o primeiro, faz o segundo baseado no Ballad of the Fallen Angels e passado do Spike e termina com a trama da morte do Spike) Ajin (fazia uma trilogia R - Rated de baixo orçamento) Boku No Hero (A primeira temporada é facilmente adaptável, a segunda nem tanto) Fullmetal (como já falamos) E tem uns mais complicados, mas que poderiam ser feitos: HxH, JoJo, etc

Direção: Alfonso Cuaron Winry Rockbell – Atriz desconhecida / Saoirse Ronan / Sophie Turner / Dove Cameron Riza Hawkeye – Brie Larson / Natalie Dormer / Scarlett Johansson Roy Mustang – James McAvoy / Lee Pace / Joseph Gordon Levitt Fuhrer Bradley – Jon Hamm / Hugh Jackman Van Hohenheim – Brad Pitt, Ralph Finnes, Liam Neeson Lust – Eva Green Envy – Ezra Miller Mira Armstrong – Gwendoline Christie Izumi Curtis – Lena Headey, Doona Bae Trisha Elric – Keri Russell, Rebecca Fergunson, Natalie Portman Scar - Jason Momoa / The Rock (kibei teu elenco mesmo rs) / Ricky Whittle FMA tem personagem pacaralio hehehehe não lembrei de todos

Bom nesse caso vai continuar o mesmo bagaço por um tempo,basicamente até alguem querer o filme vingue fora do japão pq assim como é complicado ter filme com apenas atores caucasianos é foda ter somente uns asiaticos que pra nos do ocidente é estranho( eles tem a mesma cara,tanto mina e mano...) ,existe um motivo pra hollywood ter sucesso, eles sabem que para vingar fora da sua região tem q ter representatividade seja em elenco como velozes e furiosos ou deixando de escolher algo tão caricato como os cosplay dos filmes sobre animes/manga,que não são levados a sérios no ocidente. Obvio que existem boa produções fora dos EUA como Dark(série) da Russia,the monkey king(filme) da china, a questão é q eles produzem pensando em jogar no mundo,alguns são pra refletir sua nacionalidade de fato. Continuar fazendo produções sobre anime/manga desse jeito fechado só vai abrir espaço pra piadas e criticas, o que mais tem é nego falando q é ruim pq é de anime(e otaku nem é gente!).

Verdade

Exatamente

Tá maluco! Japonês tem um método de atuação péssimo, e costumam usar muito CGI de má qualidade. Filmes live - action de animes Japoneses costumam ser ainda piores que os ocidentais. Uma coisa péssima é a mania de emular os trejeitos de anime, só ver o Erased por exemplo. O anime é fantástico, o live - action japonês é lixoso. Fora que os personagens de Fullmetal são ocidentais, e esse filme parece muito infiel ao material base. Estão faltando o Scar, King Bradley e Ling.

Esse é o motivio #1 pra eu detestar live actions japoneses. Dá tanta vergonha assistir pessoas adultas agindo exageradamente como em desenhos animados, não sei como o japão gosta disso.

Leo, com todo o respeito, mas até pelo histórico de adaptações hollywoodianas de mangás/animes, é preferível que esses produtos sejam adaptados aos cinemas em sua terra natal. O que falta, ao meu ver, é uma maior visão deles. Querendo ou não, esses filmes são feitos, primordialmente, para o público japonês, que, na maioria dos casos, os adoram. Então, para eles, não se faz necessário um monte de efeitos especiais à lá Hollywood. É necessário maior investimento em efeitos na indústria desse país. E dinheiro há, acredite. Há muitas possibilidades de que sejam produzidos filmes com efeitos especiais excelentes e que não sejam hollywoodianos. Um exemplo disso é a terra natal do cinema, a França: "O Quinto Elemento" e os recentes "Lucy" e "Valerian e a Cidade dos Mil Planetas" (ambos os três de Luc Besson) são filmes franceses com efeitos de ponta.

É Live action japones, dificilmente sai algo bom, até agora só Rurouni Kenshin que funcionou. Por isso vou assistir de mente aberta, sabendo que não será grande coisa, pra não me decepcionar.

Pô, prefiro os personagens e a trilha sonora de HxH, ao final dos 148 eps eu estava muito conectado com eles, fora os vilões incríveis e arcos sensacionais. Mas ainda assim Fullmetal é ótimo, pena que esse live - action parece lixoso, estão faltando muitos personagens importantes: Fuhrer Bradley, Ling e Scar.

De início, eu ficaria com um pé atrás por causa de Death Note. Porém, como esse é um filme japonês, e a Netflix está apenas distribuindo, fico mais aliviado. O filme foi um sucesso por lá e, sinceramente, produções live-action de animes e/ou mangás deveriam ser feitas pelos próprios japoneses, na maioria dos casos, já que mangás/animes são produtos vindos de lá.

Pô, pior que FM tinha MUITO potencial para ser uma daquelas sagas incríveis do cinema. Imagina esse elenco: Kimblee - Tom Hiddleston, Matt Smith, Jake Gylenhall ou ainda o Cilian Murphy Edward - Tom Holland ou Asa Butterfield Roy Mustang - Joseph Gordon Levitt ou Tom Hardy Greed - Bradley Cooper Scar - Jason Momoa ou The Rock King Bradley - Javier Bardem ou Hugh Jackman Hughes - David Tennant

kkkkkk Hunter x Hunter é muito bom, mas FMA é o melhor shounen de todos

HxH é melhor, mas FMAB é meu segundo favorito

não é produção da Netflix, é o filme original japonês, eles só estão distribuindo.

Deviam ter escolhido melhor o ator. Ate onde sei o Eduard é adolescente e esse cabelo ta horrivel sem contar que essa roupa é o pior cosplay que ja vi. E ja nao gostei death note pq fetichisa muito a morte.

Samurai X é legal :)

por favor, n faça como DN...

"Atores japoneses para fazer personagens da Europa com um figurino horrível" Verdade.... só isso já fica difícil de engolir...

Meu anime e mangá favoritos, obra-prima Fullmetal Alchemist, facilmente o melhor shounen de todos os tempos. Com certeza assistirei o live action, mesmo sabendo que não será grande coisa.

Reclamam de Death Note por não ser leal, mas aí chega essa aberração que além de não ser fiel ao material é ruim, e ninguém reclama: - Atores japoneses para fazer personagens da Europa com um figurino horrível - Não tem o Fuhrer Bradley, o Scar e o Ling. - Efeitos lixosos. - A atuação japonesa nesses live - actions tenta emular os trejeitos dos animes, o que é uma péssima decisão. Death Note pelo menos foi um bom filme, se separado do material original.

Netflix não presta não.

Pois é a maioria das produções lá são assim, só pq compram os direitos de exclusividade botam original, mas o pior é que live action já tem fama negativa por causa de americanos e ai mt gente já acha que o filme é da Netflix igual death note e Ta julgando sem nem assistir.

Não é da netflix eles só vão distribuir

Aí aí aí, será que vão estragar igual o death note.

Exatamente. É mais fácil adaptar anime de samurai, que tem uma pegada mais realista, do que adaptar qualquer outro anime em que os personagens saem correndo como se imitassem avião ou ficam fazendo mímica com as mãos pra soltar mágica pelos dedos (estilo Avatar do Shyamalan).

E esse japa de peruca loira aí? kkkkk

La vem cagada

Tem coisas que é melhor a gente só ficar sabendo da noticia pra não assistir, igual Dragon Ball, só vi o trailer e pra mim bastou...

Se tem uma coisa q me irrita é qnd a Netflix pega as produções e coloca "Netflix Original" qnd na vdd ela comprou o filme pronto e só tá exibindo-o.

Concordo com você, cara! Não tem como trazer a estética de um anime ao pé da letra pra um live action. Quando acontece, fica com a maior cara de cosplay, e fica meio difícil de levar a sério.

mdsss, a questão não é anime velho,hq e manga é a mesma vibe é só não escolhe retardo pra comanda projeto!!!!!

samurai x é facil de adaptar é só fazer classico filme de ação asiatico,até certo ponto é até ideal que seja um pouco surreal como aqueles filmes de kung fu/samurai q os cara ficam saltando entre arvores essas ondas .

Help.

Cara toda live action de anime é tosca,acho melhor desisti

Não é pq é anime q é tosco,marvel é de quadrinho e geral gosta a questão é saber o que ta fazendo.

Rurouni Kenshin foi uma adaptação decente. Vamos ver se esse eles conseguem acertar também.

Rurouni Kenshin foi realmente só um ponto fora da curva, né? Queria tanto acreditar na época que japonês que realmente sabia adaptar um anime, mas lembro de ver Attack on Titan e sofrer para terminar o primeiro filme...

Velho,a Netflix devia investir em filme de ação asiático,acho melhor do que anime e esaas tosqueira aí...

"O live-action chega aos cinemas japoneses em dezembro deste ano." Olha o CTRLC e CTRLV, Natáliazinha meu amor

Temos um vencedor da ruindade.

D:

Dragon Ball ?

Não tem como ser pior que Death Note...

O problema desses filmes de animes é que não são hollywoodianos;efeitos especiais fracos,roteiro horrível,atores nada suficientes,tentativa de entregar uma fidelidade mas sempre caindo no brega, as vezes é mais interessante sai do original e entregar algo novo(sim inspirado) tenta reproduzir esses uniformes q parece um cosplay, não da pra levar a sério.

Death note...

Parece que o Ed tem mais de 30 anos.

E eu achando que era amanhã que já estaria disponivel.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus