Música

Michael Jackson | Disco póstumo Scream ganha data de lançamento

Álbum terá 13 faixas e faixa bônus - ouça
-

Novo disco póstumo do Michael Jackson, Scream, chegará aos serviços de streaming no dia 29 de setembro. A versão física, em CD e LP, serão lançadas apenas em outubro, no dia 27. Anúncio foi feito na página do Facebook do cantor. Confira:

Álbum terá 13 faixas, incluindo as clássicas "Thriller" e "Dirty Diana", e uma faixa bônus, o mash-up "Blood on the Dance Floor XDangerous". Confira a tracklist:

1. "This Place Hotel"
2. "Thriller"
3. "Blood On The Dance Floor"
4. "Somebody’s Watching Me"
5. "Dirty Diana"
6. "Torture"
7. "Leave Me Alone"
8. "Scream"
9. "Dangerous"
10. "Unbreakable"
11. "Xscape"
12. "Threatened"
13. "Ghosts"
Faixa bônus: "Blood On The Dance Floor" X "Dangerous" (Mash-Up do White Panda)

Esta música original é junta cinco faixas: “Blood on the Dance Floor,” “Dangerous,” “This Place Hotel,” “Leave Me Alone” and “Is It Scary”. Quem adquirir o álbum na pré-venda também obterá a faixa de gratuitamente. Ouça a faixa:

Este é o terceiro álbum póstumo do artista. Em 2010, um ano após a morte do cantor, foi lançado Michael e, em 2013, Xscape

Leia mais sobre Michael Jackson

A Leave me alone não tem nada de terror. Era apenas uma indireta dele pra imprensa sendo um claro pedido para que a imprensa o deixasse em paz é só assistir ao clipe que tinha várias referências às supostas excentricidades dele na época

A Leave me alone não tem nada de terror é apenas um pedido dele para que imprensa o deixasse em paz

muita gente esta divulgando como novidade . acho que se vao lançar materil requentado deveriam convidar uns djs tops e trazer um album de remixes com sonoridade moderna

É triste ver que se trata apenas de uma coletânea. O álbum só vai vender por causa da faixa-bônus.

É um álbum de terror, pro halloween. E não tem nada de faixa inédita nele. Esses projetos só mais pra frente.

Não são inéditas! É uma coletânea de músicas do tema terror. Álbuns de inéditas serão lançados mais pra frente.

Nao e disco postumo pois mao parece ter ineditas. Porem o remix parece bom pois respeita o arranjo original matavilhoso .

Não entendi essas músicas são inéditas nunca lançadas? ou são músicas de outros albums que ele já gravou?

um desrespeito com os fãs que aguardam as musicas ineditas.

Tem dia que o Omelete tá f#da...

Cinco ovos para este comentário.

Ao contrário do que diz a matéria, não é um terceiro álbum póstumo de inéditas, como "Michael" e "Xscape". Mas sim uma nova coletânea com músicas de seus antigos álbuns com a adição de um Remix. Galera tinha que dar uma pesquisada melhor antes de postar a matéria, além do português estar sofrendo bastante nesse texto aí.

E esse texto aí, Omelete? "Esta música original é junta cinco faixas" "Quem adquirir o álbum na pré-venda também obterá a faixa de gratuitamente"

A maioria das músicas aí são canções que o Michael lançou em vida. Caça-níquel puro.

Também não entendi nada e reli a reportagem algumas vezes.

Teve várias, mas neste caso, pelo que aparece na reportagem, é só uma compilação de sucessos como tantas outras.

Mas como assim?? Nesse caso é só uma compilação de sucessos como tantas outras.

Isso é praxe de todos os artistas. Eles vivem gravando demos, músicas não finalizadas... composição, pra maioria deles, é o que não falta. Aí a gravadora pega essas coisas gravadas e não finalizadas, tratam e lançam pra ganhar uma grana.

Como podem ter tantas musicas gravadas?

Será apenas para angariar mais dinheiro no nome de quem, infelizmente, não está mais entre nós. Clássico 'caça-níquel'.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus