Peter Dinklage
Personalidades

Peter Dinklage

  • Nascimento: 11 de Junho de 1969 (Morristown, Nova Jersey, Estados Unidos)
  • Idade: 48
  • Atividades: Ator

Peter Dinklage (nascido em Morristown, Nova Jersey, em 11 de junho de 1969), é um ator e produtor norte-americano.

Sua estreia em uma produção cinematográfica, acontece no longa independente Vivendo no Abandono (Living in Oblivion, 1995), com Steve Buscemi, em seguida participa de um episódio da série Seinfeld (Seinfeld, 1989-1998), e integra o elenco de mais duas produções, Ladrões de Cofre (Safe Men, 1998), com Sam Rockwell, Paul Giamatti e Mark Ruffalo, e Pigeonholed, 1999.

Já nos anos 2000, Dinklage mantém um ritmo constante de participações em filmes e séries, com destaque para Coisas de Amor (Never Again, 2001), Natureza Quase Humana (Human Nature, 2001), dirigido por Michel Gondry e escrito por Charlie Kaufman, ganha um personagem de destaque na trama de 13 Moons, 2002; dirigido por Steve Buscemi, integra o elenco de Foi Só um Beijo (Just a Kiss, 2002), até chegar em um de seus trabalhos de maior visibilidade, O Agente da Estação (The Station Agent, 2003). No mesmo ano também participa das produções Na Ponta dos Pés (Tiptoes, 2003), com Gary Oldman, Matthew McConaughey e Patricia Arquette, e Um Duende em Nova York (Elf, 2003), dirigido por Jon Favreau, com Will Ferrell, James Caan e Zooey Deschanel.

Logo em seguida, faz parte de diversas produções cômicas como Surviving Eden, 2004; I´m with Her, 2003-2004; e Life As We Know It, 2004-2005. Em 2005 integra o elenco dos longas Escape Artists, 2005; Lassie (Lassie, 2005), com Peter O´Toole, The Baxter, 2005; Testing Bob, 2005 e Fortunes, 2005. Com a carreira mais delineada, Dinklage continua em evidência, participando de longas-metragens como Ultra, 2006; The Limbo Room, 2006; e destacando-se como parte do elenco da série de ficção-científica Threshold, 2005-. Durante o mesmo período, também participa das produções Sob Suspeita (Find Me Guilty, 2006), dirigido por Sidney Lumet, com Vin Diesel, Little Fugitive, 2006; e Penelope, 2006; com Christina Ricci, James McAvoy e Reese Witherspoon. Posteriormente, participa de uma sequência consistente de episódios na série Estética (Nip/Tuck, 2003-2010), e regressa para os cinemas em filmes como Ascension Day, 2007; Morte no Funeral (Death at a Funeral, 2007) e Vira-Lata (Underdog, 2007).

Seus próximos trabalhos ampliam suas possibilidades como ator, com participações em As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian (The Chronicles of Narnia: Prince Caspian, 2008), um episódio de Um Maluco na TV (30 Rock, 2006-2013), São João de Las Vegas (Saint John of Las Vegas, 2009), mais uma vez com Steve Buscemi, um personagem na aventura The Last Rites of Ransom Pride, 2010; mas sem deixar a comédia de lado, graças a uma série de papéis cômicos iniciando em Pete Smalls Is Dead, 2010; Morte no Funeral (Death at a Funeral, 2010), com Chris Rock, e I Love You Too, 2010.

O início da segunda década dos anos 2000 é marcado pelo convite para participar da série Game of Thrones (Game of Thrones, 2011 -), na qual interpreta Tyrion Lannister e recebe, por seu trabalho como ator, seu primeiro Primetime Emmy na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, em 2011, e também seu primeiro Globo de Ouro na categoria de Melhor Ator Coadjuvante em Programa Feito para TV, em 2012.

A partir desse momento, o ritmo de participações em outras produções diminui, mas Dinklage continua diversificando seus projetos, com papéis em Pronta Para Amar (A Little Bit of Heaven, 2011), com Kate Hudson, Gael García Bernal e Kathy Bates, A Era do Gelo 4 (Ice Age: Continental Drift, 2012), A Case of You, 2013; Knights of Badassdom, 2013; Low Down, 2014; X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (X-Men: Days of Future Past, 2014), dirigido por Bryan Singer, com Hugh Jackman, James McAvoy, Jennifer Lawrence, Patrick Stewart e Ian McKellen, e O Que Fazer? (The Angriest Man in Brooklyn, 2014), com Robin Williams e Mila Kunis. Ainda durante o período em que participa da série da HBO, Dinklage integra o elenco dos longas Pixels, 2015; com Adam Sandler, e Taxi, 2015.