HQ/Livros

John Romita Jr., um dos maiores quadrinistas do mundo, é confirmado na CCXP

Americano estará presente em todos os dias do evento
-

John Romita Jr., um dos maiores nomes da história do quadrinho americano, foi confirmado na quinta edição da CCXP – Comic Con Experience, que será realizada entre os dias 06 e 09 de dezembro na São Paulo Expo.

Essa será a primeira vez do quadrinista no Brasil e marcará presença no evento todos os dias no Artists’ Alley – espaço dedicado especialmente aos quadrinhos – em horários pré-definidos, e em painéis especiais nos auditórios. Todas as atividades terão a programação completa divulgada em breve.

Filho de John Romita Sr., um dos artistas mais famosos de Spider-man (Homem-Aranha) desde os anos 1960, JRJr. começou a carreira cedo. Aos 13 anos de idade propôs a criação de um personagem a Stan Lee, que posteriormente apresentou Prowler (Gatuno) ao lado de John Buscema na revista The Amazing Spider-Man #78 (O Espetacular Homem-Aranha) em 1969.

Na Marvel UK (braço britânico da Marvel Comics), começou a desenhar esboços para capas de reimpressões, até estrear com uma história de seis páginas em The Amazing Spider-Man Annual #11 em 1977.

No ano seguinte, começou a ganhar popularidade ao participar de histórias do Iron Man (Homem de Ferro) ao lado do escritor David Michelinie e do desenhista Bob Layton, que na ocasião foram responsáveis por introduzir vários personagens à trama, como a namorada do guarda-costas de Stark, Bethany Cabe, e o rival Justin Hammer. Nessa fase, desenhou os clássicos do Homem de Ferro: Warmor Wars (A Guerra das Armaduras) e Demon in a Bottle (O Demônio da Garrafa).

Nos anos 1980, teve participação regular nas revistas do Homem-Aranha. Ao lado do escritor Dennis O’Neil, apresentou as personagens Madame Teia e Homem Hídrico, além de cocriar Duende Macabro com o roteirista Roger Stern. Desenhou ainda Marvel Super Hero Contest of Champions (Torneio de Campeões), primeira série limitada publicada pela Marvel Comics reunindo os principais personagens da editora. Em sua primeira passagem como artista regular de Uncanny X-Men, cocriou o personagem Forge.

De 1988 a 1990, Romita desenhou a revista do Demolidor, na época com roteiros de Ann Nocenti e arte-final de Al Williamson, quando participou da criação da personagem Typhoid Mary.

Na década de 1990 continuou em diversos títulos da Marvel, como: o segundo arco da história Armor Wars do Homem de Ferro; O Justiceiro: Em Zona de Guerra; a primeira minissérie do mutante Cable; e o crossover de Justiceiro e Batman. Além disso, Romita Jr. colaborou com Frank Miller em Demolidor: O Homem Sem Medo, uma história sobre a origem do personagem. Foi um dos responsáveis por relançar Thor com Dan Jurgens em 1998 e Peter Parker: Spider-Man com Howard Mackie em 1999.

Já nos anos 2000, o artista retornou às histórias do Homem-Aranha, participando de uma HQ em homenagem às vítimas do ataque de 11 de setembro, em que mostrava que até mesmo o super-herói estava inconformado com tamanha destruição. Outro trabalho de destaque na época foi na série regular do Wolverine – personagem cocriado pelo seu pai – ao lado do roteirista Mark Millar.

Em 2004, sua primeira história própria em quadrinhos, The Grey Area, foi publicada pela Image Comics. Desenhou também histórias do Pantera Negra, Sentinela e Ultimate Vision.

Em 2008, Romita voltou a colaborar com Mark Millar, com quem cocriou Kick-Ass, personagem que já teve dois filmes no cinema.

Após 30 anos na Marvel, John Romita Jr. foi convidado pela DC Comics para ser um dos artistas exclusivos da editora, trabalhando em Superman com o escritor Geoff Johns, em 2014. Ao lado de Scott Snyder, participou do relançamento de DC Rebirth (Renascimento) com a revista All-Star Batman, de 2016. No mesmo ano, desenhou O Cavaleiro das Trevas: A Última Cruzada, uma história do Coringa escrita por Frank Miller e Brian Azzarello que integra a cronologia do clássico O Cavaleiro das Trevas.

No ano seguinte, ele e o escritor Dan Abnett lançaram a série The Silencer, como parte da linha Dark Metal da DC Comics. Atualmente, o artista está trabalhando com Frank Miller em Superman: Year One, série que mostrará as origens do Homem de Aço e será lançada ainda neste ano.

A edição comemorativa de cinco anos da CCXP deve ser a maior da história e os ingressos podem ser adquiridos pelo site do evento. Atenção! Os preços especiais de primeiro lote vão só até 30/04. Confira os valores (meia-entrada/ ingresso social):

  • Quinta-feira (06 de dezembro) - R$ 89,99 
  • Sexta-feira (07 de dezembro) - R$ 119,99 
  • Sábado (08 de dezembro) - R$ 159,99 
  • Domingo (09 de dezembro) - R$ 149,99
  • Pacote 4 dias - R$ 429,99

A meia-entrada/ ingresso social é válida a todos que doarem um livro – entregue em bom estado de conservação na entrada do evento –, que posteriormente será doado à Prefeitura de São Paulo. O benefício é também garantido por lei aos estudantes com posse de carteirinha, idosos, aposentados, professores da rede municipal e estadual de São Paulo e portadores de necessidades especiais.

Além dos ingressos convencionais, a edição 2018 terá o retorno do EPIC Experience. O passe dá direito a participar da Spoiler Night, entrar mais cedo em todos os dias de convenção e ganhar um kit especial, composto de uma camiseta CCXP, um pôster oficial do evento, um pôster com arte exclusiva do Bane Deluxe Art Scale 1/10 By Ivan Reis, um pin CCXP, um pin Iron Studios e um cordão, além de desconto de 10% nas lojas Mundo GeekHarry Potter, Oficial CCXP e Chiaroscuro Studios dentro do festival, e um voucher que dá direito a uma foto ou um autógrafo com um dos artistas convidados do evento. O ingresso custa R$ 1.099,99 e não tem meia-entrada.

Há ainda o ingresso FULL Experience. Com ele, você terá os mesmos benefícios do EPIC, mais a entrada VIP, pôster oficial do evento autografado pelo artista, acesso ao VIP Lounge com alimentação e serviço concierge, entrada exclusiva no auditório Thunder com lugar reservado, colecionáveis exclusivos da Iron Studios e fotos e autógrafos com quatro artistas convidados. O ingresso custa R$ 7.499,99, também sem direito à meia-entrada.

CCXP - Comic Con Experience 2018

A edição deste ano acontece entre os dias 6 e 9 de dezembro. Quem adquirir os pacotes EPIC e FULL Experience poderá ainda conferir a Spoiler Night, no dia 5 de dezembro, das 18 às 21h.

Os horários do evento se mantiveram. Nos dois primeiros dias, a convenção acontece das 12h às 21h. No sábado, o evento ocorre das 11h às 21h. Já o domingo, os portões abrem às 11h e fecham às 20h.

Para mais informações, acesse o site oficial do evento.

CCXP Unlock

A edição deste ano da CCXP Unlock, evento que mostra os bastidores da indústria do entretenimento, acontece nos dias 4 e 5 de dezembro. Os ingressos, que custam R$ 1.499,99, começam a ser vendidos também no dia 5 de abril. A programação será divulgada em breve.

Leia mais sobre CCXP18

Galeria de imagens (15)

Bem bacana o anúncio!

aqueles olhos eram enormes

John Buscema eu concordo.

John Byrne tb. O Reed Richards tinha a mesma caea do superman.

Pipoca e nanquim é otimo

Cara, Sal Buscema é um dos melhores traços da epoca, e john buscema um mito! O romita jr ttem um traço bacana tb, so um pouco mais grosseiro mas é bacana tb

AGORA EU VOU!!! SERÁ ÉPICO!!

O mesmo não,maior,pegue um quadrinho violento ou dramatico e afapte aquilo em filme,claro com as adaptações e adequações necessárias,o impacto vai ser infinitamente maior,as lágrimas ou o choque na sua mente vai ser muito superior...em uma época em que o cinema não era tão evoluido,os quadrinhos chegavam a alturas que o cinema não conseguia,hj é o contrário...

vdd

e joe madureira alguem lembra

essa fase era massa

vdd sempre a mesma cara kkkkkk

Curtia demais os desenhos do Mark Bagley,como disseram ele desenhou várias edições da saga do clone.O Aranha Escarlate dele era bem legal,interessante que não curti aquele traço do Aranha Ultimate,achava o Peter magrelo demais,lembro de tentar desenhar tanto o Aranha quanto o Aranha Escarlate baseado nos traços do Bagley.Hoje em dia esse estilo não me agrada tanto.

Cara, os quadrinhos tem histórias clássicas e fodas, como Guerra Civil, aí quando elas são adaptadas no cinema, não tem o mesmo peso nos quadrinhos.

A mais de décadas... muito mais provável vermos uma estória original,uma visão original ou uma abordagem diferente de heróis nos filmes do que nos quadrinhos...em uma corrida pra quem faria uma obra prima entre o darren Aronofsky com um filme do Batman e o ton king com uma hq do Batman,o resultado mais provável seria o filme ser essa obra...

Nunca, meu filho!

PQP!!! *______*

BOM

Não fala isso, o Sal Buscema é foda!!!

Quando conheci ele, achava bom, mas com o tempo o traço dele ficou enjoativo!!!

O Romita que me aguarde, dia 6 to lá e vou levar meu encadernado original da "Homem sem Medo"!!!!

Não curto o Bagley, parece que todo mundo é irmão, desenha a mesma cara.

Não é o melhor desenhista, mas incrível como combina com o Aranha.

Sal Buscema é pior.

quem lembra aí de mark bagley

ele deaenhou muito foi a saga do clone

nunca gostei da arte desse cara, eu desenho melhor que ele, pena que meu pai não trabalha na marvel como o dele

Fato! A interação do Bruno Zago, Daniel Lopes e Alexandre Callari lembra muito os primórdios da trindade no omeleteve.

Finalmente um motivo para ir nessa bodega.

Desenha mal parrai, só pq vem na ccxp virou o grande mestre universal dos desenhos.

A ideia é bem bacana. Meu único receio é que as grandes histórias tenham mesmo ficado num passado distante...

Um dos maiores nomes a integrar o panteão de artistas que já contribuíram para a nona arte. Seja muito bem-vindo.

Oh loco bicho! Essa surpreendeu!

também acho que ele combina mais com a marvel, o traço dele no Superman ficou estranho.

Se não me engano John Romita Jr. foi o desenhista que mais ilustrou histórias do Homem-Aranha em todos os tempos. Há quem ame ou odeie sua arte (eu curto), mas não há como negar sua importância para os quadrinhos de super-herois, principalmente na Marvel, cuja contribuição teve mais de 30 anos. Espero sinceramente que algum dia volte para a casa das ideias, pois sua arte e narrativa tem mais a cara da Marvel (principalmente nas hqs do Aranha).

Eu gosto mto do pipoca e nanquim, omelete raiz rsrs

mas hj é realmente...

É pq acham que o cinema é superior ou melhor...mas esquecem de onde vem a essência

Voto com o relator. Que tal um omeleteve SÓ sobre quadrinhos? Nada muito agressivo, uns 15 minutos por semana já seria legal!

Um dos melhores desenhista do Aranha... considero o pai anos luz melhor....mas não fica atrás de outros grandes quadrinistas. Espero tirar uma foto e pegar seu autografo

omelete tá sinistro... vcs tem que falar mais de HQ no youtube tbm... só tem falado de cinema... a base de tudo, são os quadrinhos... salve romitinha!

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus