Séries e TV

Van Helsing | Com vampiros-zumbis, série de TV não esconde vocação para o exagero

Ainda que com um pé atrás, Vanessa Helsing merece uma chance
-

Van Helsing ganhará uma série de TV que muda os conceitos do clássico personagem de Bram Stoker e também várias características clássicas de suas vítimas: os vampiros. No painel realizado na San Diego Comic-Con 2016, os produtores e o elenco mostraram as primeiras cenas do programa, que não esconde o baixo orçamento ou a vocação para o exagero.

Sangue, tripas e atuações caricatas são a regra principal atração do seriado. Nos três clipes exibidos no painel, os inimigos de Vanessa Helsing não tinham nada do charme característico das criaturas. Todos os vampiros daqui são como zumbis, humanos cheios de machucados no rosto, sangue nas roupas e olhos mortos. A diferença principal está na inteligência, pois todos eles falam e agem com consciência, apesar da sede por sangue.

A ideia de tratar os monstros sem a elegância clássica foi uma escolha estratégica. "Queremos passar a sensação de que eles são humanos com uma doença e queremos mostrar como o vampirismo seria na vida real", disse o roteirista Simon Barry. Algo muito parecido é feito em The Strain, do FX, produzida por Guillermo Del Toro, só que menos ridícula. Isso, claro, sem mencionar a diferença de protagonistas: Van Helsing se foca apenas em Vanessa, enquanto Strain conta a história de um grupo de sobreviventes.

Ainda assim, a cafonice não é o problema de Van Helsing, mas sim o quão genérica a produção parece. Os vídeos mostrados soaram até amadores, principalmente o primeiro trailer, que mostrou uma colagem de imagens desconexas e não finalizadas ao som de Imagine Dragonsb.

Como ponto positivo, Kelly Overton parece incorporar bem o papel da heroína que não entende os próprios poderes - a principal inspiração dela foi Sigourney Weaver em Alien, só a citação já é um bom sinal. Nesta encarnação, Van Helsing é uma moça que acorda em um futuro pos-apocalíptico com a Terra tomada por vampiros - ao invés de caçá-los logo de cara, ela percebe que as criaturas morrem ao mordê-la.

Começa aí então uma caçada diferente do esperado, pois as pessoas não querem necessariamente matar as criaturas, já que eles podem transformá-las em humanos novamente. Como? A explicação ficou para depois, mas, no próximo dia 31, algumas dúvidas devem ser tiradas, quando o episódio piloto vai ao ar no FX dos Estados Unidos.

Os primeiros momentos da série não foram tão empolgantes, mas há na protagonista algo que pode melhorar o desenvolvimento. Ainda que com um pé atrás, Vanessa Helsing merece uma chance.

A San Diego Comic-Con 2016 acontece entre 21 e 24 de julho nos Estados Unidos. Acompanhe a cobertura completa do Omelete no youtube.com/omeleteve, facebook.com/siteomelete, twitter.com/omelete, instagram.com/omelete e Snapchat siteomelete para não perder nada da convenção.

Leia mais sobre San Diego Comic-Con 2016
Leia mais sobre Van Helsing

Galeria de imagens (1)

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus